Como criar um infográfico em 7 passos

Infográfico

Seu tráfego está fraco, a taxa de conversão está caindo e os usuários mal ficam no seu site e fecham a janela. 

Você tem duas opções:

  1. Deixar assim como está e ver o seu negócio afundar diante dos seus olhos
  2. Investir em um infográfico.

Acredite, o infográfico é excelente em prender a atenção do público e passar as informações mais complexas de maneira simples e fluida.

Eu já vi informações rasas e textos medíocres se transformarem em conteúdos épicos quando viram infográficos.

Para você ter ideia do poder do infográfico, alguns empreendimentos relataram um aumento de tráfego em 400% apenas com a publicação constante deste formato de material.

Não usar um infográfico é a certeza de deixar em cima da mesa retornos incríveis de vendas e audiência.

E eu sei que você está pensando que fazer um gráfico atrativo é uma habilidade distante.

Que você não leva jeito nem para desenhar numa folha de papel. Ou que mexer no Photoshop é um conhecimento tão distante quanto pilotar um avião.

Eu te entendo, também não sei nada sobre isso. Mas garanto que você não precisa dominar nada sobre programas complicados de edição de imagens.

E se eu te contar que existem ferramentas gratuitas que ajudam a criar infográficos profissionais em menos de 20 minutos? 

Esse é um dos pontos que eu vou abordar nesse artigo. Nas próximas linhas, você vai ver:

  • por que utilizar um infográfico no seu negócio;
  • 7 dicas de como criar o seu;
  • 5 ferramentas que vão te ajudar.

Mas antes, para garantir que todos estamos na mesma página, eu quero começar te explicando o que é um infográfico.

Vamos lá?

O que é um infográfico?

O infográfico é uma combinação entre texto, recursos visuais e design onde um completa o outro com o objetivo de melhorar a compreensão do seu público sobre um determinado assunto. 

Estudos apontam que as pessoas lembram de 80% do que veem, mas recordam apenas 20% das leituras que fazem.

E esse é um dos motivos pelo qual o infográfico faz tanto sucesso já que ele é mais focado em elementos visuais e apresenta apenas as informações realmente necessárias. 

Porque não é segredo que usuários prestam mais atenção ao conteúdo de imagens do que em textos.

Por que usar um infográfico?

Para responder essa pergunta, eu separei aqui alguns dados que vão te ajudar a entender a importância do uso do infográfico no seu negócio:

7 dicas de como fazer um infográfico para o seu negócio

Agora que você já entendeu o que é um infográfico e porque utilizá-lo no seu negócio, eu vou te dar 7 dicas de como criar o seu.

1. Defina seus objetivos 

Uma coisa é certa: sem objetivos bem definidos, você não consegue sair do lugar.

Esse pensamento pode ser aplicado em diversas áreas da vida como nos negócios, nos estudos e claro, na criação do seu infográfico.

Como eu sempre costumo dizer em diversos artigos aqui do blog do Klickpages, a primeira etapa de toda boa estratégia de marketing é o planejamento e aqui não seria diferente.

Antes de começar a criação do seu infográfico, você deve reservar um tempo para planejar e entender quais são os seus objetivos com esse material.

Uma boa dica é começar respondendo essas perguntas:

  1. Quem é o meu público-alvo?
  2. Qual é a dúvida que eu quero sanar com esse material?
  3. Qual é o tipo de retorno que ele pode me proporcionar?
  4. Onde o meu infográfico será veiculado? 

Depois disso, é só partir para a próxima etapa.

2. Pesquise

De nada adianta um infográfico lindo visualmente mas que tem informações fracas. É preciso que ele tenha informações atuais, relevantes e, principalmente, confiáveis.

E você só consegue entregar esse conteúdo de valor com base em muita pesquisa.

Mesmo que você seja um especialista no seu assunto, não caia na besteira de pular essa etapa.

É com a pesquisa de dados que você define a ordem das informações e o tipo de infográfico que você vai usar.

Para te ajudar nessa etapa, eu separei aqui algumas dicas algumas dicas que podem fazer a diferença na sua pesquisa:

  • Saiba usar o Google como um profissional: a maioria das pessoas usa o Google de forma simples. Mas essa ferramenta não se limita apenas a digitar algumas palavras e ficar procurando o que deseja. Saber utilizar todo o potencial dos mecanismos de busca faz diferença na sua pesquisa.
  • Pense no público que você quer atingir: definir a sua persona é ideal para essa estratégia (como para qualquer outra estratégia de marketing).
  • Cite suas fontes: se você usar dados de outras pessoas, nunca esqueça de citar quem é o autor daquela informação. A equipe do Hubspot tem várias dicas para você citar todas suas fontes sem entupir a infografia de links.

Em relação às fontes, é muito importante citar apenas fontes confiáveis.

Na era da fake news, com uma distribuição deliberada de desinformação e boatos, é preciso checar com muito cuidado as estatísticas que você acrescenta ao seu conteúdo.

Busque suas informações apenas em locais com credibilidade e que tenham tempo suficiente para apurar e checar as informações.

Uma informação equivocada vai descredibilizar o seu material e pode até manchar a sua imagem no mercado.

3. Organize as ideias e apresente os dados

Você pesquisou em um diversos sites, juntou informação de qualidade e úteis para resolver os problemas do seu público.

Agora chegou a hora de organizar essas informações de uma forma que elas façam sentido e ajudem as suas leads a terem uma real compreensão do conteúdo. 

Existe um método incrível para você sistematizar todo o seu processo que vai te ajudar a definir a ordem do conteúdo inteiro que você reuniu.

Observe cada ponto e decida qual a melhor forma de organizar as suas informações, de acordo com o objetivo do seu infográfico.

Informar

Uma mensagem forte o suficiente que não precisa de um contexto muito grande para entender. A informação é forte o suficiente sozinha.

Vamos para um exemplo para ficar mais claro:

Em 2015 o Snapchat atingiu a marca de 8 mil vídeos enviados por segundo.

Pronto, é uma informação que sozinha se basta. Não precisa comparar ou mostrar como esse número de vídeos cresceu ao longo do tempo.

Quando os números isolados já bastam para comprovar a sua argumentação, você pode agrupá-los no mesmo lugar.

Comparar

Uma das funções mais comuns de um gráfico é comparar elementos e estatísticas que sozinhas não fazem tanto sentido.

Fazer comparações é uma forma poderosa de demonstrar que a informação tem relevância ou facilitar o entendimento de uma explicação.

Veja a diferença:

Dizer que o café expresso tem 50 ml só de café, até transmite a mensagem para o leitor…

Mas comparar cada tipo, mostrando a quantidade de água quente e café em cada um, a preparação, quais características que diferem um do outro deixa a explicação muito mais fácil.

Com certeza você já viu um infográfico com comparações.

Usar gráficos em barras, colunas e pizza são formas bem comuns de fazer comparações entre dados estatísticos.

Variação

Mostrar como os dados coletados variam ao longo do tempo, ou como eles se distribuem de formas diferentes em um mesmo espaço.

Agrupe dados em comum mas que dizem respeito a épocas ou a locais diferentes.

Você pode usar uma linha do tempo para mostrar como o seu tema se comportou ao longo dos anos.

Outro exemplo clássico é um mapa de intenção de votos nas eleições:

O tema é o mesmo: intenção de votos na corrida presidencial à Casa Branca em 2021. Mas eles mostram o comportamento dos eleitores a partir das pesquisas mais recentes publicadas pela imprensa local. 

É uma forma de explicar de forma rápida e visual algumas estatísticas que poderiam levar horas para serem detalhadas.

4. Faça um rascunho

Antes de realmente colocar a mão na massa, faça um rascunho do que você imagina.

Quando você coloca a sua ideia no papel, começa a visualizar melhor o seu infográfico.

Ideias que no início eram boas podem cair por terra ao fazer os primeiros esboços.

Essa etapa é simples, mas pode evitar muita dor de cabeça e perda de tempo no futuro do projeto.

O importante é criar um fluxo de informações para o leitor.

5. Crie o seu infográfico

Agora é a hora de dar vida às suas ideias.

Antes de colocar a mão na massa, eu quero te mostrar duas opções de como fazer o seu infográfico: utilizando softwares pagos ou ferramentas de edição gratuitas.

Mais a frente, eu vou te dar uma lista com ferramentas que podem te ajudar no processo.

Mas antes disso, eu preciso te dizer que, independentemente da ferramenta que você escolha para seguir com a criação do seu infográfico, você deve ter alguns elementos de design em mente:

  1. Layout: se você optar por criar um layout do zero, não se esqueça de pensar no fluxo natural da informação. O seu infográfico precisa ser intuitivo para o leitor. 
  2. Cores: para manter a coesão entre o conteúdo e a sua marca, opte por utilizar as mesmas cores presentes na sua identidade visual.
  3. Combinação de fontes: use uma fonte que seja de fácil leitura.
  4. Tamanho: o tamanho do seu infográfico deve levar em consideração onde ele será divulgado. Por exemplo, o Facebook e o seu blog suportam tamanhos de imagem diferentes. Pensando nisso, tenha em mente tamanhos que não prejudiquem a qualidade nem a legibilidade do material dependendo de onde ele for publicado. 

6. Reserve um tempo para revisão

Essa é uma das etapas mais importantes no processo de criação do seu material. 

Depois que você já estiver com seu infográfico pronto para publicar, reserve um tempo para revisar e se certificar de que todas as informações estão corretas.

Leia em voz alta, se certifique de que todas as imagens estão nos lugares certos, confira se não existe nenhum erro de digitação e se necessário peça para mais pessoas revisarem.

7. Crie uma página para divulgar o seu infográfico 

Depois de investir tempo criando um infográfico para a sua audiência, o seu maior desejo é que ele gere bons resultados para o seu negócio.

E um ótimo caminho para isso é criando uma landing page para divulgar o seu material.

Dessas formas, as pessoas que estiverem realmente interessadas no seu conteúdo, podem deixar uma informação de contato em troca do acesso gratuito ao infográfico, como o email por exemplo. 

É muito fácil criar a sua landing page com o apoio de uma ferramenta completa.

Se você ainda não utilizou o Klickpages, experimente apenas três passos.

Você pode utilizar um de modelos prontos e já testados no mercado,  realizar os ajustes necessários para deixar a sua página com a cara do seu negócio e clicar no botão de publicar.

Quer saber mais sobre o Klickpages e como ele pode te ajudar? É só clicar aqui 👇:

5 ferramentas para te ajudar a criar o seu infográfico

Nesse tópico você vai encontrar uma lista com 5 dicas de ferramentas disponíveis na internet para colocar a mão na massa e criar o seu próprio infográfico. 

1. BeFunky

O BeFunky é um dos melhores criadores de infográficos. Ele oferece diversos templates prontos. Basta escolher e alterar o texto de acordo com seu conteúdo.

Dá para personalizar o texto, cores e layout de tudo. É bem fácil.

2. Canva

O Canva é uma ferramenta que você tem acesso à grande parte dos recursos gratuitamente. Ela é simples, intuitiva e fácil de usar.

Estou citando o Canvas aqui nesse artigo sobre infográficos, mas você consegue fazer posts para redes sociais, capas para Facebook, convites de aniversário, pôsteres para shows…

Ele oferece uma biblioteca enorme de imagens, fotos, ícones e tudo para deixar o seu infográfico completo.

Existe também a opção de fazer upload das suas próprias fotos para colocar nas peças gráficas que você produzir.

3. Venngage

Mais uma ferramenta para quem não é designer. Se você cansou de fazer gráficos só com pizzas no Power Point, conheça o Venngage.

Você consegue criar infográficos personalizados sem demandar muito esforço.

Ele é tão fácil de usar como o Canva e o BeFunky.

4. Visme

A Visme diz para o que veio: ser uma simples e intuitiva ferramenta de infográficos que vai transformar o jeito que você se comunica visualmente.

São mais de 100 fontes e tipografias gratuitas, milhões de imagens e ícones gratuitos e milhares de qualidade.

5. Google Charts

Os gráficos do Google também são uma ótima ajuda para quem precisa de infográficos rápidos e sem complicação.

Eles são mais simples e sem tantos recursos visuais, mas surgem como opção para quem não tem muito tempo a perder ou gosta de gráficos mais simples.

E ainda oferecem uma dezena de opções que podem servir como uma luva para complementar seu conteúdo.

Conclusão

Neste artigo eu te mostrei o que é infográfico, por que você deve utilizá-lo no seu negócio, te dei dicas de como criar o seu e ainda te mostrei 5 ferramentas que vão te ajudar. 

Agora chegou a sua vez de colocar a mão na massa e criar novos infográficos para o seu negócio.

E na hora de criar a sua landing page para divulgar o material, não deixe de contar com o Klickpages.

Gostou do artigo? Não deixe de me contar aqui nos comentários. 😊

Ah, e não se esqueça de assinar a newsletter do KP para receber mais conteúdos como esse semanalmente na caixa de entrada do seu email. É só clicar aqui!  

(Este artigo foi originalmente publicado em 14 de março de 2018 e atualizado em 12 de abril de 2022 por João Pedro Ferreira para oferecer informações mais precisas e completas).

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.