Email whitelist: o que é e como influencia a entregabilidade das suas mensagens

Email whitelist

Quem usa uma estratégia de email marketing sabe: poucas coisas são mais frustrantes do que perceber que suas mensagens não estão chegando na caixa de entrada dos seus clientes e potenciais clientes.

São horas, às vezes dias, investidos em criar um texto persuasivo, um título chamativo, uma imagem que faça sentido… Para, no final das contas, o email nem sequer ser entregue ou cair direto na caixa de spam.

A entregabilidade do email é um fator decisivo para quem quer alcançar bons resultados com a estratégia traçada. 

Só tem como uma lead interagir com sua mensagem e se interessar pelo que está sendo dito se ela receber essa mensagem, não é mesmo?

Por isso, hoje eu vou explicar o que é email whitelist e como ela está diretamente ligada à taxa de entrega das suas mensagens.

Além disso você vai aprender:

  • como entrar na email whitelist dos seus contatos;
  • por que investir nessa prática;
  • como ensinar suas leads a te incluir na email whitelist delas.

Vamos lá?

O que é email whitelist?

Sabe quando você vai dar uma festa na sua casa e deixa a lista de convidados na portaria? 

Assim o porteiro autoriza a entrada dessas pessoas sem precisar interfonar a toda hora para pedir autorização?

A email whitelist, ou lista de permissão, funciona de forma semelhante. Ela é uma lista de endereços de IP que são aprovados pelo destinatário e, por isso, é considerada segura pelo servidor. Isso ajuda o filtro de spam a determinar se entrega a mensagem ou não.

Se o seu endereço estiver na email whitelist, pode ter certeza que suas mensagens serão recebidas com sucesso. 

E aí você pode focar em melhorar a taxa de abertura, a taxa de cliques e outras métricas importantes de email marketing.

Ou seja, para garantir que sua lead sempre receba seus emails na caixa de entrada, é fundamental que ela tenha adicionado seu endereço na email whitelist do serviço de email dela.

Como entrar na email whitelist dos seus contatos?

Se o seu email está indo para a caixa de spam do destinatário, uma forma simples de resolver esse problema é pedir para que ele adicione seu endereço na email whitelist dele.

O ideal nesse caso é enviar uma mensagem direta, que apresente a etapa como uma espécie de benefício para o destinatário como no exemplo abaixo:

“Quer garantir que nossos emails sempre cheguem até a sua caixa de entrada? Basta adicionar nosso endereço à sua whitelist ou lista de permissão”.

Claro que você pode (e deve) usar o tom de voz da sua marca para criar uma mensagem personalizada e atrativa.

A indicação deve estar incluída no primeiro email que você envia para novos clientes ou assinantes para melhorar a possibilidade de entrega logo no início desse novo relacionamento.

Um ponto importante: nem todos os destinatários sabem o que é uma email whitelist ou lista de permissões. 

Por isso, você também pode ser proativo e já indicar o caminho que ele precisa seguir para fazer isso incluindo links para as instruções para os usuários dos servidores mais usados, como este:

“Para garantir que nossos emails sempre cheguem à sua caixa de entrada, adicione-nos como um contato ou coloque-nos na sua lista de permissões. Se você tiver uma conta do Gmail, siga estas instruções. Se você usa o Outlook, clique aqui”.

Por que essa prática é indicada?

Incentivar suas leads a colocar seu email na lista de permissões é uma prática recomendada de email marketing que pode ajudar a melhorar a capacidade de entrega de suas mensagens

A verdade é que é pouco provável que seus clientes ou potenciais clientes façam isso por conta própria. Por isso é bom incentivá-los.

No entanto, esse não é o único fator que pode aumentar a capacidade de entrega das suas mensagens. Você pode ajudar a reduzir a possibilidade de que os provedores de email de seus destinatários confundam seus emails como spam seguindo outras práticas como:

  • segmentar sua lista de email para garantir que você esteja sempre enviando o email certo para os destinatários certos;
  • manter suas informações de contato limpas e remover emails extintos ou que não respondem;
  • autenticar os domínios usados no envio das mensagens;
  • nunca comprar lista de emails;
  • otimizar as mensagens para todos os dispositivos.

Tudo isso é muito importante para garantir que sua mensagem chegue ao destinatário.

Como ensinar suas leads a adicionar seu contato na lista de permissão

Eu disse que é pouco provável que suas leads incluam seu endereço de email na lista de permissão por iniciativa própria.

Muitas delas podem nem saber que isso existe ou do que se trata. Por isso, é bom já enviar uma instrução de como elas podem fazer isso.

Os dois guias abaixo estão prontos para você enviar nas suas próximas mensagens e garantir que seus emails cheguem ao destinatário com sucesso:

Passo a passo para usuários Gmail

1. Clique na engrenagem e selecione “ver todas as configurações”

Na caixa de entrada do Gmail, há um ícone de engrenagem no canto superior direito. Ao selecioná-lo, você obterá um menu “Configurações rápidas” ou uma lista suspensa com várias opções para escolher.

Se você obtiver o menu “Configurações rápidas”, selecione “Ver todas as configurações”. Caso contrário, navegue até a opção “Configurações”.

2. Vá até “filtros e endereços bloqueados” no menu

Quando estiver na área de configurações expandida, clique em “filtros e endereços bloqueados” no menu superior.

3. Clique em “criar um novo filtro”

No Gmail, colocar um email na lista de permissões significa, na verdade, criar um novo filtro.

4. Adicione o endereço de email no campo “de”

O campo “De” é onde você especifica o que está sendo colocado na lista de permissões. No Gmail, você pode especificar um endereço de email (por exemplo, [email protected]) ou pode colocar um domínio inteiro na lista de permissões omitindo tudo antes do símbolo de arroba (por exemplo, @domain.com). 

A primeira ação vai colocar na lista de permissões um endereço de email específico, enquanto a segunda inclui na lista de permissões qualquer pessoa que esteja enviando email desse domínio.

5. Clique em “criar filtro”

A partir daí, você não precisa inserir nenhuma informação adicional. Basta clicar no botão “criar filtro” na parte inferior da janela.

6. Selecione “nunca marcar como spam” 

Clicar no botão abre uma nova janela. É aqui que você realmente especificará que o que está fazendo é uma lista de permissões. 

No Gmail, você faz isso marcando a caixa “nunca enviar para spam”. Isso garantirá que os emails que atendem aos critérios especificados nunca parem no Spam ou na Lixeira (a menos que você faça isso manualmente).

7. Clique em “criar filtro”

Depois que essa informação for especificada, é só clicar no botão “criar filtro” novamente. E pronto, o endereço está adicionado na email whitelist do Gmail.

Passo a passo para usuários Outlook

1. Clique no ícone de engrenagem no Outlook e selecione “exibir todas as configurações do Outlook”

Faça login na versão web do Outlook. Haverá um ícone de engrenagem no canto superior direito.

Ao selecioná-lo, um menu suspenso aparecerá. Na parte inferior do menu suspenso, você escolherá “exibir todas as configurações do Outlook”.

2. Selecione “email” no menu de configurações

Depois de expandir a página configurações, você vai selecionar “email” no menu do lado direito da página.

3. Escolha “lixo eletrônico” no submenu

Clicar em “email” dá acesso a um submenu, onde você deve escolher a opção “lixo eletrônico”.

4. Clique em “adicionar” em “remetentes e domínios seguros”

Na janela “lixo eletrônico”, há uma opção para adicionar remetentes e domínios seguros. Abaixo deste cabeçalho está a palavra “adicionar” com um sinal de mais ao lado dela.

5. Digite o endereço de email que deseja colocar na lista de permissões

É aqui que você especifica o que está sendo colocado na lista de permissões.

6. Escolha “salvar”

Isso salvará suas preferências da lista de permissões e garantirá que os emails que atendem aos critérios não cheguem à pasta de lixo eletrônico do Outlook.

Melhore a entregabilidade dos seus emails: conheça o Klicksend

Além de incentivar suas leads a incluir seu contato na email whitelist delas e seguir as outras práticas que eu indiquei, tem mais um ponto que pode ajudar na entregabilidade das suas mensagens.

Com a ferramenta certa, sua estratégia de email marketing ganha todo o apoio necessário para atingir os melhores resultados.

O Klicksend permite que você autentique seu domínio, faça envio segmentados, higienize e gerencie a lista de contatos e controle os níveis de spam do seu remetente.

Quer conhecer mais sobre o Klicksend e descobrir como ele pode ajudar o seu negócio? É só clicar aqui ou assistir o vídeo abaixo.

Mão na massa

Neste artigo eu te mostrei como usar a email whitelist pode ser uma aliada para garantir que as suas mensagens sempre cheguem à caixa de entrada das suas leads.

Agora é hora de colocar a mão na massa e botar em prática o que você aprendeu.

Depois me conta nos comentários se a sua entregabilidade melhorou após colocar em ação.

E não se esqueça de assinar a newsletter do Klickpages para receber mais conteúdos como esse semanalmente na sua caixa de entrada. Clique aqui

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Olá! Meu nome é Felipe e faço parte do time de conteúdo do Klickpages. Sou formado em jornalismo multimídia e apaixonado por escrita criativa. Não consigo ficar um dia sequer sem escutar música (inclusive me ajuda na hora de escrever), mas não toco nenhum instrumento — e canto muito mal. Aprendi a nadar com 30 anos (nunca é tarde!) e acredito que um bom título tem o poder de mudar tudo.