Dashboard: as métricas mais importantes para o seu email marketing em um só lugar

Dashboard

É o seguinte, não sei se alguma vez você já passou por uma situação assim…

Mas alguns dias atrás, eu estava voltando de uma viagem e, num trecho da estrada onde só tinha mato para todos os lados, o painel do meu carro deu uma pane.

O carro estava funcionando normalmente, só que rolou um mau contato que bagunçou todas as informações do painel.

Eu não conseguia saber exatamente a que velocidade o meu carro estava, muito menos a quantidade de gasolina que eu ainda tinha disponível.

Pensa no sufoco. 😖

E por mais que eu tivesse noção da velocidade, o tempo todo eu ficava me perguntando se estava devagar demais e atrapalhando os outros carros.

Ou se estava indo rápido demais e correndo o risco de tomar uma multa por excesso de velocidade.

Chegou um ponto que eu fiquei realmente desesperada por não ter uma ideia clara do que estava rolando com o carro.

Não foi nada legal ter que continuar dirigindo até chegar numa região da estrada onde fosse seguro parar e tentar entender o que estava acontecendo.

Eu estou te contando essa história porque é justamente isso que acontece com as suas campanhas de email marketing quando você não está de olho nas principais métricas.

É como se você estivesse dirigindo um carro com o painel estragado.

Você fica sem saber qual é a real situação das suas campanhas, se elas estão sendo um sucesso ou se, na verdade, está faltando combustível para você conseguir alavancar as suas vendas.

Além de que você pode estar expondo a sua estratégia de marketing a um risco desnecessário por investir em algo que você não sabe se está dando retorno.

A sua intuição pode te enganar, pode te fazer acreditar que algo está dando certo ou errado quando na verdade não está.

Mas os números não mentem.

Só com dados claros é que você consegue descobrir exatamente o que é um sucesso e o que precisa ser melhorado.

E para te ajudar nessa missão, o dashboard te mostra de forma simples as principais métricas que você precisa saber sobre as suas campanhas de email.

Então, se você quer construir uma estratégia de marketing sólida, sem correr riscos e aumentar as suas chances de sucesso, continua comigo que você vai ver:

  • o que é um dashboard;
  • quais as métricas que não podem faltar no seu dashboard;
  • como usar o dashboard do Klicksend.

Tudo o que você precisa fazer é continuar lendo esse artigo até o final.

Vamos?

O que é um dashboard?

O dashboard é um termo em inglês que, quando traduzido ao pé da letra, temos algo como painel de controle. 

Ele é basicamente uma representação visual dos indicadores de desempenho obtidos pelos seus esforços de marketing. 

Dessa forma, você tem a oportunidade de analisar dados de maneira centralizada, tornando a sua tomada de decisão mais estratégica e assertiva.

Pensa comigo…

Quando você dispara uma campanha de email para a sua lista de contatos, geralmente você espera que essas pessoas abram, leiam o conteúdo e realizem a ação indicada na mensagem.

Só que, para converter essas leads em clientes, não basta enviar uma série de emails e aguardar a conversão acontecer magicamente…

Você precisa acompanhar dados como a taxa de abertura e cliques de perto para entender o comportamento dessas leads e oferecer conteúdos que as aproximem da conversão. 

Em outras palavras, para garantir o sucesso da sua campanha, você precisa analisar métricas! 

Se você nunca ouviu falar disso antes, as métricas são indicadores que servem para medir e acompanhar as suas estratégias de marketing.

Elas funcionam como bússolas que te ajudam a entender se você está indo na direção certa ou precisa recalcular para alcançar melhores resultados.

Para entender um pouco mais sobre quais métricas você deve ficar de olho no seu negócio, eu indico a leitura desse artigo aqui.

Depois de entender o que é dashboard e qual a importância dele na hora da análise de métricas,  eu vou te mostrar…

7 métricas que não podem ficar de fora do seu dashboard

Existem inúmeras métricas de marketing. O lance é que se você tentar olhar para todas elas ao mesmo tempo pode acabar se tornando algo confuso.

É que nem tentar entender o painel de controle de um avião se você não é um piloto.

Tem tanto medidor e informação ali que é difícil saber o que é mais importante, para qual você deve olhar primeiro e quais as informações são essenciais para conseguir fazer o avião decolar ou não cair.

O fato é que, principalmente quando se está começando a empreender no digital, acompanhar métricas pode parecer um pouco com tentar entender esse painel aí em cima.

São tantas informações que, se você não sabe para onde olhar, tentar entendê-las pode acabar mais atrapalhando do que ajudando.

Mas você não precisa ficar preocupado. Para deixar tudo mais claro, eu vou te mostrar exatamente quais são as métricas que você deve ficar de olho.

Aquelas que te mostram as informações essenciais para você saber como a sua campanha de email marketing está indo e focar naquilo que é importante para você alcançar o sucesso.

Para começar…

1. Contagem de leads

A contagem de leads significa a quantidade de endereços de email que você tem na sua lista.

Ou seja, o número de potenciais clientes que te passaram o contato e provavelmente têm interesse em saber mais sobre o que o seu negócio tem a oferecer.

Acompanhar a variação da sua contagem de leads pode te ajudar a entender quais ações de geração de leads e campanhas de email marketing foram efetivas e quais geraram descadastramento.

Por exemplo, você anunciou no Facebook o download gratuito de um ebook com o intuito de oferecer algo de valor em troca do contato de potenciais clientes.

E, na semana que você fez isso, houve um salto na sua contagem de leads. Isso é um sinal de que a sua ação para gerar leads foi um sucesso.

Por outro lado, se na semana que você envia uma oferta para a sua lista há um grande número de descadastramento, pode ser um sinal de que suas leads ainda não estavam preparadas para comprar o seu produto ou serviço.

Ou, então, que você acabou atraindo as pessoas erradas para a sua lista.

2. Taxa de abertura

De forma bem simples, ela é a quantidade de emails que foram abertos dentre o total de enviados.

Entender a sua taxa de abertura pode te ajudar a ter insights sobre a segmentação das suas leads, se você está enviando a campanha certa para as pessoas certas.

E até mesmo se o assunto do seu email é atraente e está despertando a curiosidade das pessoas.

3. Hard bounce

O hard bounce é quando o email não é entregue por um erro permanente, por exemplo, o endereço do destinatário é inexistente ou inválido.

Um percentual de hard bounce muito alto pode manchar a sua reputação com os provedores de email (Gmail, Outlook…) e fazer com que o seu email deixe de chegar para outras leads.

As leads que apresentam hard bounce devem ser excluídas da sua lista, afinal de contas, os seus emails nunca chegarão até elas mesmo, não faz sentido manter o contato delas.

4. Soft bounce

O soft bounce é quando o email não é entregue por um erro temporário, por exemplo, a caixa de entrada do destinatário está cheia e ele não pode receber mais emails naquele momento.

Isso quer dizer que futuramente pode dar tudo certo com o envio.

Porém, é importante ficar atento se uma mesma lead está com soft bounce recorrente, pois isso pode ser um sinal de um problema permanente que foi identificado como temporário.

No caso das leads com soft bounce, devem ser removidas da sua lista apenas as que apresentarem recorrência do erro.

5. Spam bounce

Sabe aqueles emails que nem aparecem na sua caixa de entrada e já vão automaticamente para a caixa de spam?

Eles são classificados como spam bounce.

Para evitar esse tipo de erro, você deve incentivar as suas leads a engajarem com o email (respondendo a mensagem ou acessando um link), a adicionar você como um remetente confiável e também a clicarem na opção “Não é spam” caso o seu email tenha ido parar na caixa de spam automaticamente.

Você também deve evitar termos que podem ser considerados como spam, como por exemplo excesso de exclamações e $$$.

Essas são ações simples, mas podem melhorar a sua entregabilidade, ou seja, aumentar o número de pessoas que de fato estão recebendo os seus emails e reduzir a sua taxa de bounce.

Para entender um pouco mais sobre essas três últimas métricas, não deixe de conferir o artigo Status de cadastro e bounce: saiba quem você deve manter na sua lista de emails aqui do blog do KP.

6. Taxa de cliques

A taxa de cliques é a quantidade de email nos quais o destinatário clicou em algum link.

Por exemplo, você mandou um email convidando as suas leads para assistirem a sua live no YouTube e colocou o link para elas acessarem a transmissão.

A taxa de cliques mostra quantas pessoas que abriram o seu email clicaram no link para ver a sua live.

Essa é uma métrica bastante útil se você tem alguma CTA (chamada para ação) na sua campanha de email marketing e quer saber a eficiência dela e da sua copy (texto usado para persuadir) na hora de converter o seu leitor.

7. Engajamento

De forma resumida, engajar é gerar uma interação natural com o seu público, mantê-lo ativo e criar relacionamento com ele.

Essa também é uma forma de saber se o seu público está gostando ou não do conteúdo que você oferece para a sua lista de contatos.  

Por exemplo, se as pessoas não abrem seus emails, não clicam nas suas CTAs e não respondem às suas mensagens… Este é um forte indicativo de que algo pode estar errado.

Se você ainda não sabe como gerar esse tipo de reação nas suas leads, é só clicar aqui para conferir 7 dicas de como aumentar o e engajamento da sua lista. 


Agora que você já conhece as principais métricas de email marketing, eu vou te mostrar como você pode acessar todas elas em um único local com o Klicksend.

Como usar o dashboard do Klicksend?

Nas últimas linhas eu te contei que analisar os resultados da sua campanha de email marketing sem o auxílio de um dashboard é o mesmo que dirigir com o painel do carro quebrado…  

Para garantir uma análise de resultados mais assertiva e que você tenha a visão de todos os dados necessários você vai precisar do auxílio de um dashboard. 

E é justamente aí que o Klicksend entra em ação.

Além de te ajudar automatizando o envio das suas campanhas de email, o Klicksend conta com um dashboard que te auxilia na análise das métricas que eu citei no tópico anterior.

Dá só uma olhada:  

Se você já é um cliente do Klicksend, é só acessar sua conta que as principais métricas já estarão disponíveis para você na sua página inicial.

Caso você queira saber dados sobre uma campanha específica, basta clicar na campanha para abri-la e você vai encontrar as estatísticas com as principais métricas na guia estatísticas.

Ainda não é cliente Klicksend e quer saber como ele pode ajudar o seu negócio? É clicar no botão abaixo para conferir os nossos planos 👇:  

Conclusão

Neste artigo eu te contei o que é dashboard e qual a importância dele na análise de métricas das suas campanhas de email marketing. 

Agora chegou a sua vez de trazer todo esse conhecimento para a prática na hora de realizar a análise dos seus resultados.

Para isso, não deixe de contar com o Klicksend.

Gostou do artigo? Não deixe de me contar nos comentários. 😉

Ah, e não se esqueça de assinar a newsletter do Klickpages para receber mais conteúdos como esse semanalmente na sua caixa de entrada. É só clicar aqui! 

(Este artigo foi originalmente publicado em 19 de junho de 2019 e atualizado em 29 de março de 2022 por João Pedro Ferreira para oferecer informações mais precisas e completas).

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Meu nome é Angela, mas algumas pessoas me chamam de Angel. Faço parte do time de conteúdo do Klickpages e sou apaixonada por tecnologia e marketing. Sou especialista em SEO, tráfego orgânico e informações aleatórias (você sabia que o Alaska está mais perto da Rússia do que Brasília de Goiânia? Pois é...), fã de country americano e louca em esportes. Acompanho de tudo, mas meus favoritos são Fórmula 1 e futebol, inclusive assisto a jogos mesmo quando o meu time (Palmeiras <3) não está em campo. Ah, eu acredito que música de natal deveria tocar o ano inteiro e Christmas Peaceful Piano está entre as 3 playlists mais tocadas no meu Spotify.