12 dicas de como fazer um email marketing criativo

Como fazer email marketing criativo

Se você já trabalha com email marketing há algum tempo, é provável que em algum momento você tenha ligado o seu computador, criado um documento no Google Docs e… Não tenha pensado em nada de inovador e criativo para escrever. 

Por mais que isso seja frustrante, eu preciso te dizer que esse problema é mais comum do que você imagina.

Como eu sei disso?

Às vezes, quando eu me sento na frente do computador para escrever a newsletter do KP, eu dou de cara com um bloqueio criativo.

Inclusive, eu arrisco dizer que, enquanto você está lendo esse artigo, é provável que você também esteja enfrentando um bloqueio. 

Mas pode ficar tranquilo que esse artigo foi escrito justamente para te ajudar a resolver esse problema. 

Nas próximas linhas, você vai encontrar 12 dicas que vão te ajudar a criar um email marketing criativo hoje mesmo. 

12 dicas de como fazer um email marketing criativo

Criatividade é algo que se trabalha. Na maioria dos casos, as boas ideias não surgem por acaso, são resultado de muito planejamento.

Mas é claro que existem dicas para tornar a geração das boas ideias mais fácil.

E para te ajudar com isso, eu separei aqui uma lista com 12 dicas que vão te ajudar a escrever um email marketing criativo: 

1. Conheça a sua persona 

O primeiro passo para criar um email marketing criativo é saber exatamente com quem você está falando. 

Em outras palavras, você precisa conhecer a sua persona.

Caso esse termo ainda não seja familiar para você, pode ficar tranquilo que aqui no blog do KP temos um artigo inteiro dedicado a esse assunto. Para conferir é só clicar aqui.

2. Faça campanhas segmentadas 

Mesmo que a sua lead esteja interessada no que você tem a oferecer, não quer dizer que ela queira receber todos os seus conteúdos.

Por esse motivo, não adianta enviar as mesmas mensagens para todas as leads da sua lista de contatos. Você precisa segmentar as suas campanhas.

Por que?

Imagine que você tem duas leads, uma que acabou de entrar na sua lista de contatos e uma que já está na sua lista há mais tempo.

Essas duas leads estão em estágios diferentes do funil de vendas.

A primeira ainda está lá no topo, conhecendo o seu produto ou serviço e entendendo como você pode ajudá-la a resolver um determinado problema. Ela ainda está desenvolvendo um relacionamento com a sua marca. 

Enquanto isso, a sua segunda lead já está mais avançada no funil, já desenvolveu um relacionamento com a sua marca e, provavelmente, está pronta para receber uma oferta. 

Se você deseja aprofundar um pouco mais nesse assunto, eu indico a leitura do artigo O que é Funil de Vendas, suas etapas e como criar o seu hoje mesmo, aqui do blog do KP. 

3. Produza conteúdo personalizado 

Sabendo os gostos do seu público e o que funciona melhor para ele, é hora de produzir conteúdo personalizado.

Você não conquista o leitor apenas com uma chamada incrível e uma oferta irresistível. Conquista também pela conversa.

Na hora de pensar no conteúdo, é preciso escrever o seu email de forma com que o usuário ache que a mensagem foi feita especialmente para ele.

Então use uma voz ativa, e dê um tom de conversa alinhado com o perfil de cada público.

Aproveite também para personalizar os emails com nomes e alguns dados do leitor, se for possível.

4. Capriche no assunto 

De nada adianta criar um ótimo email, que se encaixa com o público, se ele não abrir e ler.

Por isso, é preciso atrair o leitor já no assunto do email.

Dedique tempo para pensar em um assunto que seja chamativo e ajude a persuadir a sua leads a abrir o email.

Para te ajudar a escrever linhas de assunto impossíveis de ignorar, confira o artigo 20 fórmulas práticas de como escrever headlines irresistíveis aqui do blog do KP.  

5. Utilize o preview text

Você já percebeu que, normalmente, logo após o assunto de alguns emails aparece uma prévia da mensagem escrita no email?

Esse é o preview text, também conhecido como preheader ou texto de apoio.

Muitos não dão atenção a esse pequeno pedaço de texto, mas ele é uma ótima oportunidade para continuar a cultivar o interesse da sua lead.

Essa é a sua segunda chance de convencer o destinatário a abrir o seu email.

Não esqueça de pensar também nesses complementos. Mas tome cuidado, quanto maior o assunto do email, menor é o espaço para o preview text.

6. Utilize gatilhos mentais

Gatilhos mentais são estímulos psicológicos utilizados no marketing para acender a necessidade de uma determinada ação em quem recebe a sua mensagem. 

Você pode utilizar gatilhos nos assuntos dos seus emails para criar um senso de urgência na sua lead, gerar interesse e garantir que ela abra a sua mensagem, por exemplo.

O nosso time de conteúdo preparou um ebook inteiro dedicado ao tema. Para conferir é só clicar no banner abaixo: 

7. Seja bem-humorado

Situações engraçadas e que te fazem rir criam memórias boas, não é mesmo?

Então, por que não criar uma mensagem com humor para que o leitor associe a sua marca a um sentimento positivo?

Mas não é fazer graça com qualquer coisa. O ideal é que seja relacionada a sua área ou aos sonhos e vontades do seu público.

8. Brinque com as CTAs

Sejamos francos, depois de passar tanto tempo escrevendo a sua campanha de emails, o seu maior desejo é que, depois que a sua lead ou cliente abra a sua mensagem, realize alguma ação. 

Seja baixar um material, gerar tráfego para o seu site ou realizar uma venda, o objetivo é conseguir uma conversão. 

Portanto, as CTAs (chamadas para ação) precisam ser claras e atraentes.

E que tal pensar fora da caixa nesse momento?

Apesar de funcionarem, às vezes é bom fugir dos “baixe aqui” ou “compre agora”, por exemplo.

A loja Cativa criou um gif para incentivar seus clientes a comprarem presentes para o Dia dos Namorados.

9. Use imagens e gifs

As imagens são importantes para o email marketing. Elas chamam a atenção e podem repassar uma mensagem de forma mais fácil.

Use-as com um objetivo, não apenas para enfeitar.

Elas podem servir de apoio para o texto, para completar ou ilustrar a informação, ou para passar a mensagem principal.

O mesmo serve para os gifs. O formato de imagem, que tem feito sucesso na internet, também ajuda a dinamizar o texto.

Mandar videos por email ainda é complicado, eles são muito pesados. E o gif pode ajudar a deixar a mensagem mais interessante.

Se o seu público for mais sério e conservador, você pode usar o gif para mostrar a evolução de um gráfico, por exemplo.

Mas se for uma lista mais jovem e descolada, que gosta de conversas mais leves, os gifs são uma ótima opção para brincar com os leads e criar uma conexão com eles.

Não esqueça de equilibrar o uso de texto e imagem. 

Mensagens com muita imagem e pouco texto têm grandes chances de cair na caixa de spam.

10. Use datas comemorativas

Datas comemorativas e/ou datas especiais são ótimas para criar campanhas diferentes.

Além das mais conhecidas, como dia das mães, páscoa ou natal, busque outras datas interessantes que você possa brincar.

Vamos dizer que você seja um coach… 

Uma boa ideia é pensar em emails criativos usando o dia das profissões, parabenizando ou oferecendo um desconto especial para os profissionais de certa área.

11. Busque por exemplos de inspiração

Todo mundo que trabalha escrevendo emails, em algum momento já passou por um bloqueio criativo.

É frustrante abrir o notebook, criar um arquivo no Google Docs e não conseguir escrever nada minimamente interessante. 

No entanto, isso é mais comum do que você imagina. 

Eu mesmo já passei por isso diversas vezes e o que me ajuda a sair do bloqueio criativo é justamente buscar por exemplo ou inspirações de emails.

Se você também está passando por um bloqueio criativo, eu indico fortemente a leitura do artigo Email marketing: 10 exemplos para te inspirar na hora de criar as suas campanhas.

12. Utilize uma boa ferramenta de envio de email marketing 

Por último, mas não menos importante… Você precisa poder contar com uma ferramenta de envio de email marketing.

Eu sei que pode parecer uma ótima ideia utilizar plataformas gratuitas como o Gmail ou o Outlook, mas você precisa saber que esses serviços não foram criados especificamente para realizar o disparo de email marketing. 

Logo, você não vai conseguir bons resultados com a sua campanha de email marketing.

Por isso, você precisa poder contar com uma boa ferramenta que além de facilitar o envio dos seus emails, te ajude a mensurar os dados. 

E é justamente para isso que o Klicksend foi criado.

Com ele você tem acesso a um dashboard com métricas importantes para a sua estratégia, segmentação de lista de contatos por meio de marcação com tags, suporte em tempo real para tirar eventuais dúvidas e muito mais.

Quer saber mais sobre como o Klicksend pode ajudar o seu negócio? É só clicar aqui

Mão na massa 

Se todo problema tem, pelo menos, uma solução… Com algo tão comum quanto o bloqueio criativo, não seria diferente. 

Nesse artigo eu não te dei uma, mas doze dicas práticas de como fazer um email criativo para você poder começar o quanto antes. 

Agora você tem o que é preciso para driblar o bloqueio criativo e criar as suas próprias campanhas de email marketing. 

E lembre-se: caso esse problema volte a te assombrar, você sempre poderá revisitar esse conteúdo.

Gostou desse artigo? Não deixe de me contar aqui nos comentários.😉

Ah, não se esqueça de assinar a newsletter do KP para receber mais conteúdos como esse semanalmente na sua caixa de entrada. É só clicar aqui! 

(Este artigo foi originalmente publicado em 15 de novembro de 2017 e atualizado em 7 de setembro de 2021 por João Pedro Ferreira para oferecer informações mais precisas e completas).

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.